• Projeto transforma cargo de perito papiloscopista em perito criminal

    O governador Wellington Dias enviou à Assembleia Legislativa o Projeto de Lei nº 44/16, que altera a Lei Complementar n° 37/2004, do Estatuto da Polícia Civil do Piauí, para reorganizar administrativamente os cargos do Departamento de Polícia Técnico-Científica.  A principal mudança diz respeito à transformação do cargo de perito papiloscopista em perito criminal, unificando as duas carreiras, a fim de evitar que duas equipes precisem trabalhar no mesmo crime.

    A alteração vai permitir economia de recursos e mais racionalidade na elucidação dos casos, pois a cena do crime passará a ser registrada e investigada por uma única equipe. O Departamento de Polícia Técnico-Científica, de forma imediata, fará o treinamento de todos peritos criminais, já assim denominados, em ambas as atividades.

    Atualmente, os peritos papiloscopistas são responsáveis principalmente por coletar impressões digitais, e os peritos criminais registram vestígios de sangue, projéteis de arma de fogo, dentre outros. Essa divisão exige que policiais civis ou militares permaneçam preservando a cena de crime, quando um perito tenha concluído seu levantamento, mas o outro ainda não. Enquanto isso, a regional pela qual são responsáveis fica descoberta. [Leia mais…]

  • Segunda via da identidade poderá ser solicitada pela internet

    A partir desta segunda-feira (22), quem mora em Curitiba e Cascavel poderá solicitar a segunda via da carteira de identidade pela internet. O documento vai ser expedido após a confirmação do pagamento da taxa de R$ 26,63 e será enviado ao posto escolhido pelo solicitante em três dias úteis para a capital e até sete dias para as cidades do Interior. De acordo com a Polícia Civil, as outras cidades do estado deverão receber a novidade em até 30 dias.

    O projeto, inédito no país, foi lançado nesta segunda-feira (22) pela Polícia Civil do Paraná em parceria com a Celepar. O delegado-geral da Polícia Civil, Júlio Cezar dos Reis, destacou que o Paraná é o primeiro estado a implantar este serviço no Brasil. “Além de sermos pioneiros na implantação do projeto, teremos condições de atender milhões de usuários, facilitando a vida da população”, disse Reis. Ao todo, mais de dois milhões de usuários já podem solicitar a segunda via pela internet.

    Para ter direito, o solicitante precisa ter feito o documento de identidade no Paraná nos últimos três anos – o próprio sistema vai confirmar se o usuário está apto ou não para utilizar o serviço. O sistema, no entanto, não permite qualquer alteração de dados ou imagens. Nesses casos, a solicitação deverá ser realizada pessoalmente no Instituto de Identificação do Paraná, após agendamento prévio. [Leia mais…]

  • Perícia Papiloscópica

    Seminário de Perícia Papiloscópica

    Escola Superior do Ministério Público
    Objetivos:
    • Promover a interação e troca de experiências entre profissionais do sistema de Segurança e Justiça, notadamente com relação a perícias papiloscópicas.
    • Apresentação de novas tecnologias na área de perícia papiloscópica e de reprodução facial e corporal humana.
    • Subsidiar linhas de atuação do MPPE no enfrentamento à criminalidade.
    • Aperfeiçoar o trabalhar realizado pelas instituições, especialmente ao que se refere ao desenvolvimento qualitativo das perícias.
    Data e horário: 12 de setembro de 2016, das 8h às 17h.Local: Auditório do Centro Cultural Rossini Alves Couto (Rua Visconde de Suassuna, nº 99, Boa Vista, Recife/PE.
    Carga horária: 7 horas.
    Público alvo: Procuradores e Promotores de Justiça do MPPE, Analistas Ministeriais da área Processual e Jurídica, Técnicos Ministeriais, com atuação na área criminal e Estagiários de Direito do MPPE (100), Polícia Civil (50) e Polícia Militar (50), Tribunal de Justiça de Pernambuco (40) e Polícia Científica (10).
    Vagas: 250 vagas a serem preenchidas por ordem cronológica de inscrição, conforme a disponibilidade definida acima para cada órgão.
    Inscrições: até o dia 31 de agosto de 2016, ou até o preenchimento das vagas, por meio do formulário disponível AQUI.
    Certificado: Será emitido certificado de participação.
    Informações: telefones (81) 3182-7348 ou 31827351, das 12 às 18h, de segunda a sexta-feira.
    Realização/parceira: Ministério Público de Pernambuco, por meio da Escola Superior do MPPE, em parceria com o Instituto de Identificação Tavares Buril.

    PROGRAMAÇÃO:
    08h00 – Credenciamento
    08h30 – Solenidade de Abertura
    Dr. Carlos Augusto Arruda Guerra de Holanda – Procurador-Geral de Justiça
    Dra. Deluse Amaral Rolim Florentino – Diretoria da Escola do MPPE
    Dr. Gilson Roberto de Melo Barbosa – Procurador de Justiça Criminal
    Dra. Ana Patrícia Guedes Alcoforado – Gestora do Instituto de Identificação Tavares Buril
    Dr. Carlos Aberto Pereira Vitório – Coordenador do CAOP Criminial
    09h00  Tema: Representação Facial e Corporal Humana
    Palestrante – Dr. Pedro Ivo de Oliveira Tenório Cavalcanti – Perito Papiloscopista
    10h00 – Debate
    10h30 Tema: Crimes contra o Patrimônio
    Palestrante – Dr. Uberlan Cristinis de Oliveira Magalhães – Perito Papiloscopista
    11h30 – Debate
    12h – Intervalo para almoço
    14h00  Tema: Crimes contra a Vida e Tráfico de Drogas
    Palestrante – Dr. Adenaule James Geber de Melo  – Perito Papiloscopista
    15h00 – Debate
    15h30 Tema: Ferramenta de Tecnologia AFIS
    Palestrante – Dr.  Salvandir Rodrigues de Souza – Perito Papiloscopista
    16h30 – Debate
    17h – Encerramento

     

    Fonte: http://www.mppe.mp.br/mppe/index.php/sou-ministerio/escola-superior/ultimas-noticias-escola-superior/6421-seminario-de-pericia-papiloscopica

     

  • Produção de Carteira de Identidade aumenta 6,91% no primeiro semestre, diz Perícia Oficial

    Modernização dos equipamentos e acesso facilitado garantiu ao cidadão um melhor atendimento ao serviço.

    A produção de emissão de carteira de identidade em Alagoas subiu 6,91% no primeiro semestre do ano, o melhor resultado para o período desde 2003, quando os números começaram a ser consolidados. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (27) pelo Instituto de Identificação da Perícia Oficial do Estado de Alagoas (Poal).

    De janeiro a junho deste ano foram emitidas pelo órgão 108.441, contra 101.429 do ano passado. Só em junho, o aumento foi de 19,89% na comparação com o mesmo mês em 2015, pulando de 15.754 para o impressionante número de 18.888 RG’s produzidas pelo Instituto de Identificação.

    De acordo com o perito-geral da Perícia Oficial, Manoel Melo, o aumento na produção aconteceu tanto em relação à emissão da primeira como da segunda via do documento. Dos seis primeiros meses do ano, quatro deles registraram um avanço positivo nas estatísticas, com destaque para o mês de abril, quando o Instituto registrou um aumento de 28,95% no número de solicitações e entregas da RG.

    “Isso é fruto de uma moderna gestão no serviço público realizado nos últimos anos pela Pericia Oficial no funcionamento do Instituto de Identificação. Procuramos modernizar, aperfeiçoar os serviços oferecidos ao público e descentralizar o atendimento com ampliação do número de postos em todo o Estado”, explicou Manoel Melo.

    Atualmente, além da sua sede que fica no centro de Maceió, o Instituto de Identificação possui outros 26 postos de identificação espalhados pela capital e pelo interior do Estado. A mais nova unidade está funcionando na Casa de Direitos localizado na Praça do Mirante, bairro do Jacintinho.

    O perito-geral destacou ainda, o serviço de agendamento eletrônico, feito através do portal do Instituto de Identificação no endereço: http://agendamento.seds.al.gov.br/. Nele, os interessados em solicitar o principal documento de identificação do brasileiro podem agendar o melhor dia e horário para ser atendido nos postos credenciados com este serviço on-line.

    Fonte: Ascom Poal

  • DPE providencia documentos e internação a morador de rua com saúde debilitada

    Ação foi realizada em conjunto com o Instituto de Identificação. A Defensoria Pública do Estado do Piauí (DPE), através da Diretoria de Primeiro Atendimento e com orientações do Núcleo Especializado de Defesa e Proteção ao Idoso e da Pessoa com Deficiência, assegurou a aquisição de documentos e internação para tratamento médico a um morador de rua que se encontrava em estado de debilidade de saúde comprovada. A ação contou com a colaboração efetiva dos profissionais do Instituto de Identificação do Piauí, além do Hospital do Monte Castelo e Hospital de Urgência de Teresina...